Busca avançada                              |                                                        |                            linguagem PT EN                      |     cadastre-se  

Itaú

HOME >> ACERVO ON-LINE >> COLUNAS >> COLUNISTAS >> Renata Saraiva
COLUNAS


Renata Saraiva


Diretora Geral da Ogilvy PR no Brasil. Foi Diretora de Atendimento da The Jeffrey Group no Brasil de 2003 a 2008. Fez parte da equipe fundadora do Valor Econômico, onde escreveu no caderno Eu & Cultura, de 2000 a 2003. Antes disso, foi responsável pela pauta do Caderno 2, de O Estado de S. Paulo, de 1996 a 2000. Formou-se em jornalismo pela Pontifícia Universidade São Paulo (PUC-SP) e em História pela Universidade de São Paulo (USP). Tem especialização em marketing pela Fundação Getúlio Vargas.

Rio 2016 e a Comunicação Brasileira

              Publicado em 07/10/2009

O primeiro fim de semana logo após o anúncio da eleição do Rio como sede das Olimpíadas em 2016 já mostrou o impacto desse fato em nossas comunicações. Especiais pré-produzidos logo vieram a público nas principais emissoras, jornais e revistas. Com eles também anunciantes que tiraram da manga sua homenagem à Cidade Marvilhosa e – como enfatizou Veja – Olímpica. 

Fato relevante para a economia nacional (geração de empregos e infra-estrutura) e para inserção do Brasil no cenário geopolítico internacional, as Olimpíadas são também uma excelente oportunidade para a comunicação empresarial fazer uma reflexão de como se inserir em um panorama tão propositivo.

Já se fala muito dos novos influenciadores que surgiram com a explosão das mídias sociais: Orkut, Facebook, Twitter, Flicker etc. De forma mais tímida do que no resto do mundo, as equipes brasileiras de comunicação vêm se ocupando dessa nova situação, monitorando o que se fala de suas marcas na rede. Mas há muito mais o que fazer nessa seara, sobretudo engajando esses influenciadores.

É o que fez uma marca de computadores nas Olimpíadas de 2008. A empresa queria se posicionar como apoiadora dos esportes e para isso convidou 100 atletas para se tornarem blogueiros durante o campeonato, dividindo com suas famílias, amigos, fãs, compatriotas, enfim, o mundo, o que acontecia nos bastidores do evento.

Tudo isso foi hospedado em um grande portal assinado pela empresa, o qual virou uma verdadeira plataforma de cobertura dos principais fatos das Olimpíadas. Em poucas palavras, sem nenhuma inserção publicitária e com o apoio de pessoas ainda mais informadas que os próprios jornalistas dos meios tradicionais, a marca conseguiu uma visibilidade global levando informação da mais preciosa para o resto do mundo.

O portal foi lido por centenas de milhares de pessoas, provando que as mídias sociais já são mesmo um meio difusor, tão ou mais poderoso que os meios tradicionais. Tudo isso feito por uma equipe de profissionais de Relações Públicas com o suporte de webdesigners, mostrando a importância que a comunicação corporativa vem ganhando na convergência provocada pelas novas tecnologias.

E se a tecnologia que trouxe para nossas vidas as redes sociais surgiu há menos de uma década, há de se imaginar o quanto ela terá evoluído até 2016. Por isso, desde já é importante fazer a reflexão do quanto podemos agregar, como profissionais de comunicação, para a inserção de nossas marcas (clientes) nessas grandes oportunidades que trarão as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016.


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor. 1851

O primeiro portal da Comunicação Empresarial Brasileira - Desde 1996

Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associe-se    |   Diretoria   |    Fale conosco

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - São Paulo/SP - (11) 5627-9090