Busca avançada                              |                                                        |                            linguagem PT EN                      |     cadastre-se  

Itaú

HOME >> ACERVO ON-LINE >> COLUNAS >> COLUNISTAS >> Leny Kyrillos
COLUNAS


Leny Kyrillos


Fonoaudióloga pela Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina, Especialista em Voz pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia – CFFa, Mestre e Doutora em Ciências dos Distúrbios da Comunicação pela Universidade Federal de São Paulo. É comentarista da coluna semanal Comunicação e Liderança na rádio CBN. Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Professora convidada do Curso de Especialização em Distúrbios da Comunicação Humana da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina.

É coautora dos livros Voz e Corpo na TV – a fonoaudiologia a serviço da comunicação (editora Globo – 2003) e Comunicar para liderar (editora Contexto - 2015); organizadora dos livros Fonoaudiologia e Telejornalismo (editora Revinter – 2002, 2003 e 2004) e Expressividade (editora Revinter – 2004), além de autora de várias publicações científicas, nacionais e internacionais. 

Ainda participa da consultoria e assessoria de comunicação de diversas empresas, instituições financeiras e políticos e é responsável pelo atendimento a profissionais de rádio e televisão.

Quer parecer inteligente?

              Publicado em 15/12/2015

Inteligência é a faculdade de entender, pensar, raciocinar e interpretar; tem a ver com entendimento, intelecto, compreensão; pressupõe capacidade de apreender e de desenvolver conhecimento profundo! Essa é a definição do dicionário Michaelis. Costumamos claramente associar pessoas inteligentes com pessoas especiais, raras, que se destacam e com quem gostamos de compartilhar ideias. 

Mas será que dá para “parecermos” inteligentes? Um americano, sujeito muito pitoresco, chamado Will Stephen, apresentou uma palestra curiosa, “Como parecer inteligente no seu TEDx”, e fez o maior sucesso... Na prática, ele trouxe conceitos relacionados à nossa forma de nos apresentarmos, que têm o potencial de construir uma percepção positiva a nosso respeito!

Olha só o que ele propõe como comportamentos inteligentes, a serem utilizados numa apresentação:

- use diferentes tonalidades de voz: ao variar o tom, parece que você está dizendo algo brilhante, muito relevante!

- na introdução, faça gestos bem marcados, firmes; ajeite seus óculos (ele até coloca um sem lentes, só para impressionar!)

- faça alguma pergunta para a platéia

- coloque uma foto de alguém no seu slide; sempre impressiona!

- enumere informações, como se fossem argumentos

- use números; eles sempre trazem mais objetividade

- use gráficos, tabelas... A percepção é de que houve grande cuidado na sua preparação

- faça pausas estratégicas, como se estivesse organizando informações em sua cabeça, parecendo reflexivo

- fale mais baixo, mais alto, module o volume

Bem, o fato é que esse moço falou por seis minutos, sobre nada relevante, e a platéia nem piscou! Ele mesmo afirma que, se alguém assistisse à sua apresentação sem som, acharia que ele estava falando sobre algo muito inteligente.

É claro que se você não tem a bagagem necessária, repertório de conhecimento, essa percepção positiva não vai se perpetuar. Mas não é disso que estamos falando! O que sempre me impactou como profissional da comunicação foi ver a situação contrária: pessoas extremamente inteligentes, bem preparadas, com uma forma de comunicação ruim, muito aquém de sua capacidade! Lembra daquele professor da faculdade, brilhante, mas que dava aulas monótonas? A gente passava a gostar e a respeitar depois de algum tempo de convivência, mas a impressão inicial era péssima! O problema é que nem sempre temos a oportunidade de mostrarmos a nossa competência no decorrer do tempo, após uma primeira impressão negativa. Assim, continue investindo na sua inteligência, claro... Mas capriche também na forma de mostrar isso aos outros! O cuidado com a sua comunicação é parte fundamental na construção de sua imagem e demonstra claramente  o tanto que você é inteligente!


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor. 1310

O primeiro portal da Comunicação Empresarial Brasileira - Desde 1996

Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associe-se    |   Diretoria   |    Fale conosco

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - São Paulo/SP - (11) 5627-9090