Busca avançada                              |                                                        |                            linguagem PT EN                      |     cadastre-se  

Itaú

HOME >> ACERVO ON-LINE >> COLUNAS >> COLUNISTAS >> Vívian Rio Stella
COLUNAS


Vívian Rio Stella


Graduada, doutora e pós-doutora em Linguística pela Unicamp. Pós-doutoranda do grupo Atelier Linguagem e Trabalho da PUC-SP. Diretora da VRS Cursos, Palestras e Coaching. Professora de cursos da Aberje. Professora de graduação da Unianchieta e de cursos de extensão da Unicamp. Desenvolve materiais didáticos para cursos presenciais e a distância e é colunista do Portal Santander Empreendedor. Atua como Personal and Professional Coach e como professora de cursos empresariais, nas áreas de Comunicação, Liderança e Educação. Atendeu diversas empresas, entre as mais recentes, destacam-se: Alcoa, Buscapé, Embraer, Holcim, IESS, Johnson & Johnson, Kimberly-Clark, Mahle, Manetoni, Nespresso, Novartis Biociências, Syngenta, Tetrapak e Volkswagen. 

Que a assertividade seja "the new black"

              Publicado em 23/09/2015

Com as redes sociais e o uso massivo das mensagens eletrônicas (e-mails, whatsapp etc.), um fenômeno alarmante vem ocorrendo: cada vez mais agressividade, seja no vocabulário usado para defender pontos de vista quanto na desqualificação sumária dos argumentos usados pelo interlocutor.

Parece que a internet funciona como um escudo protetor, que habilita o usuário a escrever o que, como e por que bem entender. Chama atenção até o surgimento da expressão “haters” para denominar as pessoas que postam contra tudo e contra todos nas redes sociais. Isso tudo é ainda mais paradoxal se considerarmos que vivemos em meio à valorização social da diversidade, da tolerância e do respeito, ainda muito circunscrita ao discurso e pouco praticada efetivamente.

Essa agressividade destoa também do que se define, atualmente, como comunicação eficaz. Cada vez mais, habilidades interpessoais têm sido contempladas nessa definição, como o diálogo e a assertividade, que ganharam mais destaque do que a própria estrutura da mensagem comunicada.

A habilidade de dialogar é fundamental para que haja comunicação e, assim, evitem-se os monólogos disfarçados de diálogo. Mas essa modalidade monologada vem sendo muito praticada, seja em conversas face-a-face ou via internet. Consequentemente, escutar, considerar os pontos de vista do outro, valorizar a diferença, usar as palavras do interlocutor para argumentar são habilidades deixadas de lado, o que é muito prejudicial para as relações interpessoais, para a busca por consensos ou soluções e, claro, para a comunicação.

A assertividade, que sempre foi um desafio por não ser uma habilidade inata, quase não é praticada. Há uma preferência pelos extremos: ou parte-se para ofensas, satirização e ridicularização, que caracterizam a agressividade; ou abandona-se a discussão, finge-se concordar e impera o silêncio, que caracterizam a passividade. Dizer o que pretende, sem ofender a si mesmo ou ao outro; admitir um erro ou uma falta de conhecimento de certo dado/tema; estabelecer acordos, ainda que provisórios, e ponderar pontos de vista são ações raras, mas justamente as que levam a comunicação para o caminho da assertividade.

Que bom seria se as novas formas de comunicação permitissem mais diálogo e assertividade, em vez de promover a agressividade, como vem ocorrendo. Isso significa que vivemos numa falsa impressão de que nos comunicamos, quando, na verdade, apenas queremos ter acesso e monologar com quem aceita nossas ideias.

Quem sabe, com o tempo, nos tornemos mais aptos a comunicar efetivamente, com diálogo e assertividade. Só assim a agressividade cairá de moda e a assertividade, enfim, será “the new black”.


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor. 921

O primeiro portal da Comunicação Empresarial Brasileira - Desde 1996

Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associe-se    |   Diretoria   |    Fale conosco

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - São Paulo/SP - (11) 5627-9090