Busca avançada                              |                                                        |                            linguagem PT EN                      |     cadastre-se  

Itaú

HOME >> ACERVO ONLINE >> NOTÍCIAS >> >Revista MSG

Cultura brasileira tipo exportação é alvo da Revista MSG 10

24/06/2013

Não é de hoje que a cultura brasileira faz sucesso no exterior. A bossa nova, o cinema novo e toda uma geração de autores de peso, que vão de Machado de Assis a Clarice Lispector, colecionam admiradores nos diversos lugares do mundo. Atualmente, novos atores agitam a cena internacional, mostrando que a cultura brasileira é múltipla e universal. O 10º número da revista MSG de Comunicação e Cultura, produção editorial da Aberje em parceria com a Lazuli cujo tema central da edição são as narrativas, abre espaço para essa abordagem.

Em “Além da Bossa Nova”, novos cantores que conquistam o público internacional são mostrados, como Seu Jorge, Criolo e Karina Buhr. Já o texto “Chega de filme-favela” fala dos festivais de cinema brasileiro no exterior que transpõem a rotulada concepção estrangeira que há em torno de modelo específico de produção nacional. A qualidade dos artistas e a configuração da indústria cultural aumentam a visibilidade dos quadrinistas brasileiros no exterior, conforme expõe a  matéria “Traço brasileiro”. O despontar do Brasil no cenário literário mundial é o alvo de “Leitura à brasileira”, apontando que os festivais de livros elegem o país como tema e as obras são cada vez mais traduzidas para outras línguas.

Marco Giannotti, professor da ECA/USP, e Angela Magdalena, produtora cultural e diretora da Madai Produções, estão entre as fontes da matéria “Interesse no novo”. O raciocínio é que a boa situação econômica do Brasil e a emergência de criadores com novos olhares sobre a arte sedimentam o diálogo entre produção e mercado.

Eduardo Saron, superintendente do Itaú Cultural, assina a editoria Papel da Mídia, onde fala sobre o momento em que o público encontra a arte. “Acreditamos que contribuir para a construção de um pensamento crítico é missão fundamental de todos os articuladores da cultura”, assinala. As obras do escritório Boldarini Arquitetura e Urbanismo retradadas na seção Olhar têm em comum peculiaridades de terreno e necessidades específicas de infraestrutura, como ações de urbanização em favelas e em áreas de mananciais. Os projetos privilegiam a construção de espaços de convívio. O conteúdo é fartamente ilustrado

A revista, que chega aos associados gratuitamente com 76 páginas, pode ser adquirida em bancas nas unidades da Livraria da Vila, Livraria Cultura, FNAC, entre outras. Para mais informações, consulte nara@aberje.com.br .

1976

O primeiro portal da Comunicação Empresarial Brasileira - Desde 1996

Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associe-se    |   Diretoria   |    Fale conosco

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - São Paulo/SP - (11) 5627-9090