Busca avançada                              |                                                        |                            linguagem PT EN                      |     cadastre-se  

Itaú

HOME >> ACERVO ONLINE >> CMR >> MONOGRAFIAS
MONOGRAFIAS
Página: 2 de 9
Monografias para consultas

Insira aqui sua monografia sobre o universo da Comunicação Empresarial e seus aspectos e contribua para a disseminação do conhecimento na área. Envie o arquivo em formato PDF para cmr@aberje.com.br.

Relacionamento 2.0: Por que fazer CRM Social e não SAC digital nas mídias sociais?
Mariana de Souza Rocha
2012

Resumo: Essa monografia pretende mostrar que com a incorporação das ferramentas do CRM Social dentro de uma organização o relacionamento entre consumidor e empresa se torna mais "humano" mesmo nas mídias sociais. Isto significa que o intuito é fazer com que o usuário se sinta parte da empresa e ela, por sua vez, consiga agregar ao seu negócio uma maior credibilidade e confiabilidade diante desse público, já que o consumidor não terá apenas o papel de comprar um determinado produto ou serviço, e sim de propagar a qualidade e os benefícios que eles possuem na sua rede de contatos. Propõe mostrar por meio de exemplos como o CRM Social é mais eficaz do que o SAC digital, destacando que o "robotismo" dos SACs tradicionais não são boas práticas na comunicação digital.

Palavras-chave:



A felicidade planejada: A comunicação interna como elemento de alinhamento, disseminação de informação, engajamento e felicidade corporativa
Bruno Lana Granato
2012

Resumo: A Felicidade Corporativa existe e precisa ser planejada. Com uma abordagem teórica, o presente artigo vai tratar este sentimento como fator fundamental para a maximização de resultados das empresas que buscam a competitividade no mercado. Para tanto, trabalhar e respeitar o colaborador são fundamentais para este objetivo. Cabe à organização, como o apoio da comunicação Interna, a responsabilidade de elaborar estratégias para que o público interno atinja estado de contentamento, através do alinhamento dos objetivos, da disseminação da informação e do engajamento das pessoas com a organização.

Palavras-chave: Comunicação Interna, Endomarketing, motivação.



Plano de comunicação interna para a Serveng Mineração - unidade Aparecida
Caroline de Carvalho Rosa
2012

Resumo: Para a realização deste trabalho, foi tomado como base o PIC (Projeto Integrado de Comunicação), realizado pelas mesmas alunas, no ano de 2011. A partir dele, foi necessária uma coleta de dados mais profunda da empresa e briefing para melhor entendimento da comunicação realizada pela mesma. Uma Auditoria de Opinião, e uma Pesquisa de Opinião Pública, foram realizadas para identificar os maiores problemas e as necessidades do público interno. Após a análise dos resultados das duas pesquisas foi proposto um Plano de Comunicação, contendo o aperfeiçoamento dos veículos já existentes, assim como novas estratégias a serem implantadas. O Projeto tem por seu objetivo estreitar o relacionamento entre funcionários e empresa, através do fortalecimento da imagem, além de formalizar a comunicação, visando à motivação dos colaboradores, impactando assim na produção de resultados.

Palavras-chave: Relações Públicas, Relacionamento, Imagem, Comunicação Interna



Relações Públicas como função integradora
Ligia Ungaretti Jesus
2011

Resumo: A linguagem surge da prática social e é a forma pela qual o indivíduo define e comparte sua percepção da realidade com o mundo. É parte constituinte da cultura, esta entendida como o espírito formador da sociedade, elemento de conexão e construção de significados em comum. A cultura como o que permite que indivíduos se relacionem e dêem origem à práxis social em si. Toda essa análise aplicada ao contexto organizacional amplia os horizontes da atuação do profissional de relações públicas, que tem na cultura organizacional o seu contexto de trabalho. A partir disso, fica claro o potencial da gestão da comunicação organizacional e o poder assumido pelo profissional que o faz. Sendo assim, questiona-se: qual a intenção do profissional de Relações Públicas em gerir a comunicação organizacional? A partir dessa pergunta se abre um leque de possibilidades para a atuação em comunicação, as quais são nesse trabalho analisadas através de dois estereótipos em relações públicas aqui denominados função ideológica e função integradora. Enquanto a função ideológica diz respeito ao uso da gestão da comunicação para controle de subjetividade e alienação do trabalhador, a função integradora propõe uma nova forma de atuar em relações públicas, onde interesses da sociedade e do trabalhador, como reconhecimento profissional, responsabilidade socioambiental, necessidades emocionais, entre outros, passam a ser atendidos de forma genuína.

Palavras-chave: Profissional de Relações Públicas, Relações Públicas, Cultura Organizacional



Eventos: estratégia de comunicação para o fortalecimento da marca ou um risco para a imagem institucional?
Naissa Tristão Viana da Costa
2011

Resumo: Este trabalho, um desdobramento com evolução em conceitos e em suas perspectivas da monografia para conclusão da graduação, tem como objetivo questionar se os eventos são uma estratégia de comunicação para o fortalecimento da marca ou se, na verdade, apresentam um risco para a imagem institucional. Mais do que isso, ele pretende mostrar, de forma resumida, que as empresas vêm investindo cada vez mais em diferentes formas para atingir e conquistar o consumidor, trabalhando fortemente com as emoções, diferenciando seus produtos e serviços através de atributos intangíveis da marca e também de experiências que eles podem lhes proporcionar. Nesse sentido, defende que os eventos são ferramentas extremamente eficazes para que uma empresa consolide sua marca no mercado e a mantenha sempre em destaque na mente do consumidor, objetivando não só aumentar suas vendas, mas, principalmente, cuidar de seu maior patrimônio, que é a sua imagem. Por outro lado, busca-se mostrar que os eventos oferecem alguns riscos para a imagem da organização caso ela não tenha um trabalho de prevenção, ou seja, não esteja preparada para agir perante inúmeros incidentes que possam acontecer, uma vez que o evento representa um terreno propício para que alguma crise aconteça e cause impactos negativos.

Palavras-chave: Comunicação empresarial, Imagem institucional, Marca, Eventos empresariais, Crises



Revistas customizadas: jornalismo e imagem de marca - análise das publicações da Volkswagen e da Net
Ana Carolina Barbosa
2011

Resumo: Esta monografia aborda a relação entre revistas customizadas e imagem de marca. O fenômeno da customização, cada vez mais abrangente, tem tornado as publicações empresariais importantes ferramentas para a construção e manutenção de marcas. Na tentativa de compreender esse fenômeno, elegemos duas publicações brasileiras para a realização da pesquisa de campo: Revista V, da empresa automobilística Volkswagen, e Monet, pertencente à operadora de TV por assinatura Net. Após seleção do corpus, que inclui edições do período de 2005 a 2009, realizamos uma análise qualitativa, utilizando procedimentos de categorização da análise de conteúdo qualitativa e referenciais de estudiosos da linguagem, com o objetivo de observar como os elementos do conteúdo editorial das revistas customizadas transmitem a imagem das marcas. A análise, com ênfase no processo de produção das publicações, está baseada em três categorias principais: pauta, características visuais e linguagem. Os resultados indicam que a imagem da marca está presente em todas as categorias escolhidas. No entanto, existem outros fatores, tais como características do meio revista, critérios jornalísticos e modelo de negócio das publicações, que exercem forte influência no produto final.

Palavras-chave: Jornalismo institucional, Revistas customizadas, Imagem da marca, Revista V, Monet



A atividade de Relações Públicas e as crises de opinião pública: estudo da restruturação da imagem da Rainha Elizabeth II após a morte da Princesa Diana em 1997
Jéssica Vinadé Pedrotti
2011

Resumo: A presente monografia tem como objetivo abordar o assunto crise de opinião pública e avaliar o caso que afetou a Rainha Elizabeth II no ano de 1997, quando morreu a Princesa Diana. Este estudo tem como finalidade apresentar o caso citado, desde o seu início até a resolução da crise, analisando os processos que desencadearam um desfecho positivo para a parte afetada, ressaltando a relevância do profissional de Relações Públicas durante o processo.

Palavras-chave: Crises de imagem; Relações Públicas; Imagem pública; Monarquia



A visão sistêmica e a formação multidisciplinar no currículo de graduação em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas da ECA-USP
Laís Lucas Moreira
2011

Resumo: O trabalho a seguir, por meio da análise do contexto atual, visa compreender quais são as competências necessárias ao profissional de Relações Públicas no ambiente corporativo, enquanto gestor da comunicação e dos relacionamentos da empresa; e de que forma tais características são trabalhadas no atual currículo de formação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Para tanto, são levadas em consideração opiniões de renomados profissionais do mercado e da a-cademia, a fim de descobrir o que o graduado em RP na ECA-USP precisa ter para que desempenhe de maneira excelente suas atividades no ambiente corporativo. Sabendo quais características compõem o perfil desejado, parte-se para a análise das matérias do curso, de forma a avaliar o que já é suficientemente trabalhado e o que precisa ser otimizado. Um dos pontos-chave dessa investigação é a descoberta da necessidade de se ter mais disciplinas que confiram visão sistêmica e multidisci-plinar ao aluno, o que pode ser trabalhado principalmente pela maior interface do curso de Relações Públicas com o campo da Administração, em consonância com outros tipos de disciplinas e atividades.

Palavras-chave: Relações Públicas; Administração; Multidisciplinaridade



Comunicação interna versus mídias sociais: O impacto das mídias sociais na comunicação interna das organizações e o papel dos manuais de conduta na orientação do público interno
Giselle Stazauskas
2011

Resumo: Apresenta o tema da comunicação interna das organizações frente ao impacto das mídias sociais, uma vez que elas possibilitam às pessoas se expressarem livremente na internet, com alto poder de disseminação dessas mensagens, o que também inclui funcionários de corporações em geral. Como ponto central dessa discussão foi analisada a necessidade e a utilidade de manuais de conduta para orientar o público interno e como isso pode ser feito. A ideia surgiu a partir da observação de alguns casos divulgados recentemente na imprensa que são mencionados neste estudo. A metodologia para a pesquisa de campo é a qualitativa exploratória, por meio de entrevistas semiabertas e questionários estruturados direcionados a especialistas em comunicação, mídias sociais e direito digital. Pode-se verificar que houve evolução na postura das empresas em relação ao tema, porém, a agilidade da internet e das mídias sociais ainda é muito maior do que a do mercado. Os manuais de conduta se tornam necessários para orientar de forma adequada os públicos internos sobre como fazer uma utilização correta das ferramentas disponíveis na rede, sem causar prejuízo à empresa ou a si próprio.

Palavras-chave: Comunicação Empresarial; Comunicação Interna; Mídias Sociais; Redes Sociais; Manuais de Conduta; Diretrizes de Conduta



A internet como influenciadora no processo decisório de consumo feminino
Diego Fávero
2011

Resumo: Desde a 1ª Guerra Mundial, a mulher vem conquistando seu espaço no mercado de trabalho numa crescente surpreendente. Hoje, podemos afirmar que, grande parte do consumo de produtos e serviços é decidido por mulheres. A internet é forte influenciadora nessas compras e tornou-se grande aliado ao consumo feminino. Estamos falando de um mercado que consome doze trilhões de dólares por ano (Sophia Mind, 2010). Este artigo visa entender essa mudança de comportamento das mulheres na sociedade, as influências da internet nas 1decisões de compra e estudarmos como as empresas estão trabalhando para atingir esse mercado consumidor.

Palavras-chave: Mulheres; Consumo; Internet.




<< Anterior   |    Próxima >>


seta mais ver lista de cursos não agendados


























































































































































































































O primeiro portal da Comunicação Empresarial Brasileira - Desde 1996

Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associe-se    |   Diretoria   |    Fale conosco

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - São Paulo/SP - (11) 5627-9090